Microempreendedor Individual

Gestão Financeira MEI – Você sabe a importância?

Um MEI – Microempreendedor Individual deve gerenciar valores limitados e por isso o faturamento deve estar condizente com sua natureza tributária. Ou seja, o valor não pode ultrapassar os 60 mil por ano, ou 5 mil mensais.

O que um MEI pode e não pode?

  • Um MEI também não pode ser sócio em outra empresa.
  • Tem direito a contratar somente um funcionário, que deve receber apenas um salário mínimo ou o piso da categoria.
  • Um microempreendedor individual também precisa ter boas práticas de gestão para saber como administrar e alocar bem seus recursos.

Por esse e outros motivos é que o MEI-Microempreendedor Individual precisa ter uma gestão financeira e contábil regular, de modo a evitar problemas.

Por exemplo, a gestão por resultado tão necessária para o MEI-Microempreendedor Individual, deve ser feita juntamente com a gestão habitual, o grande problema é que muitas vezes o empreendedor não tem conhecimento, nem suporte para gerir algumas práticas para o fortalecimento do negócio.  

Veja então quais são as prioridades financeiras do MEI – Microempreendedor Individual

Gestão por resultados

Esse tipo de gestão permite que os processos sejam melhorados, já que se exige a adoção de um modelo administrativo bastante comprometido. Ou seja, nesse caso, o número de horas trabalhadas não importa. Na verdade, o cumprimento das metas é que são visadas e avaliadas. E a medição dessa fórmula é o que direciona o negócio.

Gestão financeira

O MEI-Microempreendedor Individual precisa se dedicar à sua gestão financeira. Isso se quiser se manter bem no mercado. Como os recursos são limitados, é importante fazer um orçamento condizente com a realidade do empreendimento, de forma que o MEI possa combater os gastos.

Por meio desse controle, o negócio pode crescer e saber o que está impactando negativamente na expansão do empreendimento.

Obrigações tributárias

De fato, o MEI-Microempreendedor Individual não precisa pagar o PIS e Cofins, mas ainda assim, há outros encargos tributários que precisam ser pagos. Algo interessante a esse respeito é que desde fevereiro de 2016, houve alguns ajustes nos valores e para se manter dentro do correto é preciso que o MEI-Microempreendedor Individual esteja atento a isto.

O MEI-Microempreendedor Individual também precisa fazer suas contribuições mensais e declarar anualmente, o faturamento do ano anterior.

Reservas financeiras

Independentemente dos maus momentos, toda empresa necessita poupar recursos. As reservas financeiras são essenciais e podem ser úteis para investimentos e demais formas para fazer o negócio crescer.

Relatórios de receita

Até o dia 20 de cada mês, o MEI-Microempreendedor Individual precisa fazer um relatório de suas receitas. Deve também anexar notas fiscais de produtos comprados e de todos os serviços realizados no mês, bem como as notas que emitiu.

Nesse relatório deve conter:

  • Os valores que foram movimentados.
  • Destinação de recursos.

E quando um MEI quer fazer um empréstimo?

Logicamente que todo MEI-Microempreendedor Individual deseja crescer e ao pensar sobre isso, a primeira ideia que surge é recorrer ao empréstimo, no entanto, este pode ser um veneno perigoso, quando não analisado com cuidado.

Em primeiro lugar é preciso avaliar alguns pontos, como:

  • Não há outra forma de obter recursos?
  • Esse momento é o apropriado para pegar empréstimo?

Nada que seja feito por impulso vale a pena, ainda mais quando se trata do seu negócio, onde há ameaças, riscos e desafios envolvidos.

Melhores práticas

E como vai a análise da sua concorrência? Isso também conta para a estratégia financeira do negócio. Da mesma forma que grandes empresas necessitam verificar o potencial e performance da concorrência no mercado, um MEI-Microempreendedor Individual precisa estar atento a isso também.

Isso porque tendo essa avaliação, o MEI-Microempreendedor Individual fica mais bem preparado para encontrar melhores práticas em sua gestão, estando atualizado com as novas demandas e tendências em seu ramo de atividade.

Viu como é importante fazer uma gestão financeira e completa sobre o seu negócio? Como MEI-Microempreendedor Individual você pode ser muito bem sucedido, basta se preparar e contar com o auxílio de profissionais especializados, como uma boa assessoria contábil para isso. Já pensou nesta hipótese?

Até a Próxima !

 

Ainda possui alguma dúvida? Que tal entrar em contato com a Venegas Contábil?

Somos uma Contabilidade em Campos Elíseos – SP, especialistas no seu negócio para ajudá-lo.

Será um prazer conversar!

Acesse nosso Facebook: @VenegasContabil

Sucesso e até logo.

Assine nossa newsletter

Receba dicas valiosas para o seu negócio semanalmente!


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *